sexta-feira, janeiro 30, 2009


a pergunta que se impõe nestes dias que correm não é se o Sócrates está metido no caso freeport
não é quem vai ganhar o campeonato.
não é quando vai embora a chuva.
não é quando há paz no médio oriente.
não é se o barack obama vai salvar o mundo.
não é que cores são vão usar na próxima estação.
não é onde está o bin laden.
não é se comer chocolate faz mesmo borbulhas.
não é se há vida extraterrestre.


mas sim

quando é que gostar de abba deixa de ser fixe e passa a ser piroso novamente.

é que já não se aguenta.

12 comentários:

odete almerinda disse...

Já ontem era tarde!!!

M. disse...

Ahaha eu estou solidária com essa luta :)

Lá no trabalho só ouvem a M80, sei o alinhamento de cor e ABBA deve ser a banda preferida de todos :S

Refugee disse...

Grimi, grimi grimi, a bunny after midnight.
A minha verificação de palavras é picro, quase micro

passarola disse...

ahahahahahah! muito bom! :)

f.a.r. disse...

Eu não gosto de Abba, mas quando é que gostar de Abba foi piroso? Lá porque para si e para os seus amigos uma coisa não presta, não quer dizer que essa coisa não preste mesmo. Fique a saber que os compositores da banda são dos mais respeitados do século XX. se a senhora se informasse sabia disso, mas pelo que vi neste blog, a minha cara, não se informa, faz precisamente o contrário. e pindérico mesmo, é este blog. não passa de um manancial de textos lamechas sempre dirigidos a alguém, ou tendo em mente as pessoas que os vão ler. isso é plástico minha amiga, é comercial, é para vender (pena é que este blog não lhe dê dinheiro). Get a life.

Nia disse...

Lol tá boa ;)

Refugee disse...

Sick of boring old f.a.r.t
Porque não arranjas tu uma vida meu caro?
Ainda bem que existe liberade de expressão para arruinar pessoas como tu.

lory disse...

LOOOOOOOOOOOOOL

acho que é fenómeno cíclico...ora é fixe, ora não é...confesso que cresci a ouvir a suas músicas (por influência parental) e não tenho essa noção de "abba = piroso"...mas confesso que acho extremamente abusivo todo aquele merchandising em torno dos abba, como se fosse uma religião/culto...enfim, mas não tenho nada contra quem é fã ou que não o é...

ps-irei responder ao teu desafio assim que puder... ;)

BadSeed disse...

A julgar pela febre, temos doença para mais uns tempos valentes.

comboio turbulento disse...

aqui está um pensamento saudável. Na verdade, quando é que o piroso deixa de estar na moda?

Maria del Sol disse...

A culpa deste fenómeno é dessa histeria pegada chamada "Mamma Mia" a que alguns ousam chamar filme. Muitos dos que cantarolam a banda sonora nem sequer têm a lucidez de relacionar as versões da Meryl Streep e do Pierce Brosnan aos originais dos ABBA. E até que isto passe de moda estamos tramados...

Nocturna disse...

Gostar dos ABBA, sempre foi piroso. Foi no seu tempo e continua a ser PIROSO hoje.Acontece que o bom gosto não é propriamente uma característica destes nossos tempos; e conseguiram fazer de um filme medíocre , um sucesso monumental e de uma música da treta uma moda aparentemente insubstituível em todas as festas.
Haja paciência.
um abraço nocturno