segunda-feira, setembro 08, 2008

quiriquiri


fim de semana de festa do avante. à parte das preferências partidárias a festa do avante é um marco incontornável na cena cultural, um dos eventos do ano.
descobri uma das melhores coisas da festa, a gastronomia. nos outros anos em que fora levei sempre o farnel digno de estudante sem dinheiro. este ano, como parte da massa proletária, com dinheiro à distância da caixa multibanco não me fiz rogada e comi uma bela bifana, uma bela salada de polvo e o excelente arroz de polvo. gastronomia à parte, em termos de concertos o balanço é também muito positivo. o primeiro dia foi marcado pela chuva que infelizmente impediu que se realizasse a gala de ópera.
no segundo dia, a primeira banda que vi foi os galandum galandaina a que, com imensa pena minha, só assisti a duas ou três músicas. fiquei com muita vontade de conhecer mais. seguiram-se os kumpania algazarra, que são giros mas ao fim de uma meia hora cansam. deste dia só o camané a fechar a noite é digno de relevo. estava ansiosa para o ver ao vivo apesar de não conhecer o trabalho dele, e nunca pensei vir a gostar tanto. dispensavam-se as palminhas brejeiras ao compasso da guitarrada.
o jantar foi servido ao som dum duo setubalense que tocou carlos paredes, entre outros artistas. foi um momento absolutamente mágico, para ser apreciado em silêncio.
o terceiro dia trouxe o calor abrasador com os inevitáveis terrakota. como sempre espectaculares, mas às tantas enjoativos. provavelmente por ansiar os wraygunn que não pude apreciar condignamente em paredes de coura por causa do frio. concerto que de tão esperado passou a correr, para grande desilusão minha. ficava ali mais de duas horas a curtir a aquela loucura, com um paulo furtado completamente fora de si, no meio da multidão. um verdadeiro animal. quero ver mais.

9 comentários:

Maria del Sol disse...

Ah, muito bem, temos aqui uma heroína da classe trabalhadora... :P

Piadas à parte, fico com pena de não te ter acompanhado, mas como ainda não pertenço ao proletariado, não tenho a carteira propriamente recheada. Talvez para o ano esteja melhor nesse aspecto.

R.B.M. disse...

Ouvi dizer que wraygunn vão tocar no arraial do técnico dia 26. A ser verdade estou lá. Estou tão contigo, aquele Paulo Furtado...sei bem o que fazia com ele. Adianto que não era jogar às cartas e mais não digo =P

Deepak Gopi disse...

Happy onam to you and family

Arya Bodhisattva disse...

fiquei com fome depois de ler sobre esses petisquinhos...

sôdona.leide disse...

aquele final estrondoso, com ele na primeira fila a gritar com os musicos... "ACABA ISSO, C*****!"

um must!
:)

VIVA O AVANTE!

Betty Coltrane disse...

tututurututtuturutu..tu..tututurututu!!!!

Ah, que loucura! Muito cansativo, este ano, mas bom.

É bom pertencer ao proletariado!!! =D

passarola disse...

ah sim, tens de ver de mais de wraygunn... andaram ali atrapalhados com as montagens dos pedais... e óspois perderam um bom bocado de tempo de concerto!

Eu também vim maravilhada com a gastronomia e com a companhia dos velhotes que estão ali rijos a curtir as festas... enquanto jogam a sua cartada. :)

Foi um belo fim de semana! :)

tututurututtuturutu..tu..tututurututu!!!!

Mas afinal o que estou eu aqui a fazer?... disse...

Pois, como te compreendo! Sobre o Paulo Furtado só digo aquela belíssima expressão que costumas usar: casava com ele se ele quisesse!!! ;)
Beijinhos

nana disse...

é das coisas que mais sinto falta, sabes, nesta vida de emigrante (violinos, por favor... ;oP )...


... (suspiro) ...



benvinda a um dos "outros lados" da festa!!! ;o)

Xx