segunda-feira, agosto 11, 2008

eu não quero bater na mesma tecla

mas hoje a porca gordurosa (vide post anterior) estava a comentar uma vez mais a notícia da actualidade que é (ainda) o assalto ao bes, dizendo que a família do brasileiro não tinha direito a qualquer indemnização pela morte dele, aliás eles é que tinham ainda de pagar por aquilo que o gajo fez. se calhar até podiam era ir presos, já que ele morreu. digo eu. assim fazia-se justiça. para esses brasileiros aprenderem todos.

...

sem comentários. não se explica o valor duma vida a uma pessoa assim, pois não? não se explica que os familiares têm direito a uma indemnização pelo dano morte, por mais execrável que seja a criatura abatida, pois não?
eu pelo menos não consigo, não tenho feitio de catequista.

ouve-se (muito) boa música para esquecer as agruras do dia a dia.


pode ser ouvido aqui

5 comentários:

Deepak Gopi disse...

Hello Ana
I truly agree with your philosophy.A man does not have the right to hurt or kill another human being.
How is life going?

M. disse...

Experimenta dizer-lhe que ela devia ser abatida só porque é gordurosa. Talvez assim ela percebesse o termo preconceito. Humpf.

Headphone disse...

Indemenização paga com os meus impostos, á familia de alguem que ameaçou a vida de dois cidadões que estavam no seu local de trabalho a tentar ganhar a vida??? Era so o que faltava!!

Arya Bodhisattva disse...

Hey, se a "gordurosa" não cuspisse essas barbaridades... Já é quase como uma convivência em 2ª mão. Sinto que conheço a "gordurosa".

passarola disse...

este som também combina com o domingo... bela descoberta! :)