quinta-feira, maio 15, 2008

finalista



é hora de ultimar os preparativos para a bênção das fitas.
só amanhã vou conseguir reunir a maior parte delas, não que tenha dado muitas, o tempo foi escasso e como é habitual deixo tudo para o fim.
é hora de começar a colar as fitas na pasta.
dos amigos. dos tios. dos primos. da prima. da mãe da amiga. do irmão e da namorada. da mãe. do pai. do namorado.
ainda estou por conseguir ler as fitas escritas pelos meus pais sem chorar. as palavras dos pais têm aquela força, aquele amor, que nenhuma discussão é capaz de apagar. têm aquele apoio incondicional. e, sobretudo, aquele orgulho. que é também aquilo que mais me deixa orgulhosa. ver os meus pais felizes. ver o meu pai dizer, no dia em que fomos comprar o meu traje, para a mulher da loja das sopas (que por sua vez disse «é sua filha? é boazuda ela») que eu estava no último ano de direito, se fosse um pássaro estaria com as penas do peito todas entufadas. ver a minha mãe, de olhos rasos de lágrimas, dizer «meu amor», as lágrimas também a soltarem-se dos meus olhos. não devia precisar de alturas destas para me dar conta de quanto os amo. mas é em alturas como esta que mais o sinto, e que servem para me lembrar a sorte que tenho, a imensa, imensa sorte.
os cinco anos que mais me mudaram, que me vão queimar a pele para o resto da minha vida.
fiz-me mulher ali. amadureci e tive uma boa escola de filha da putice que sei que me vai ser útil para o resto da vida.
foram dias sem paixão pelo que estava a fazer, na grande maioria das vezes. foram dias que me mostraram que era sempre possível descer ainda mais baixo. mas também foram dias de gloriosas vitórias, a cada cadeira feita a pulso. conheci poucas pessoas que valessem a pena. pouquinhas. mas as que valem a pena são realmente importantes.
descobri o amor em terreno inóspito. floresceu e quase morreu. a coisa mais difícil que alguma vez tive de suportar, ao mesmo tempo que tive de me concentrar no estudo. prova superada.

sei que no sábado as emoções vão ser fortes, mas só espero que passe depressa para poder fazer a minha vida normal. e guardar para sempre como recordação.


deixo uma fita virtual a quem quiser assinar também.

13 comentários:

Francisco disse...

essas fitas são uma praga

just a boy... disse...

Desejo-te tudo de bom e que consigas triunfar e ser muito feliz, aliás não desejo... eu tenho a certeza que assim vai ser.
Por tudo o que penaste nestes anos de certeza que serás recompensada, não só pelo que tiveste de aturar mas pela maravilhosa pessoa que és.

Beijos

dream_brother disse...

muitos parabéns e sucesso para o futuro. FC

naturalissima disse...

Belo!
Ao lêr-te via-te como se num filme estivesses.
Os meus PARABÉNS! Verás como tudo valeu a pena... o teu futuro espera-te num presente cheio de felicidade... muita luta sempre, mas com grandes compensações.

Beijinho de parabéns
Fico contente por ti
eu

sôdona.leide disse...

:)
PARABÉNS!
aproveita o AGORA... apesar de tudo, são sem dúvida os melhores anos.
que o futuro seja sorridente.

(ao reler as minhas fitas tenho sentimentos contraditórios... o tempo passa, nós mudamos, os outros mudam... e algumas fitas deixam de ter sentido.
enfim, depois há aquelas que... fazem soltar SEMPRE uma lágrima... e sabe tão bem.)
=)

nana disse...

uma só coisa:

" go out there and amaze yourself

by your own daring "


..

sempre.
a cada de dia de ti.

.



com um beijo.

nana

Parrovski disse...

Rita tudo de bom para ti. Que sábado seja um grande dia.
PARRAbéns ;)

Dr. Strangeluv disse...

Que crescida :P

Parabéns *

Francisco disse...

o único comentário de jeito é o meu.

passarola disse...

muitas, muitas, muitas, muitas, muitas coisas boas ao longo da vida :D
parabéns!!!!

Betty Coltrane disse...

já assinei a tua fita física, e vou estar lá amanhã para te ver, de certeza com um rio de lágrimas pela cara abaixo, que ando muito emocional ultimamente!


estou tão orgulhosa de ti! nem imaginas quanto...

Happy and Bleeding disse...

:)

que o teu futuro seja, mais do que de sucesso, feliz.

rjl disse...

:)

Mtos PARABENS!