sexta-feira, janeiro 11, 2008

importa-se de repetir?...

não sei se é dos anos de estudo, se a pura distracção por ir com o leitor de mp3, ou simplesmente a força do hábito, já que a interacção com estranhos quando vamos sózinhos se resume a «era um pacote de pastilhas de mentol, se faz favor» ou «com licença, obrigada». mas hoje fui simplesmente ridícula, quando me despedi da personagem que me pediu dinheiro para o bilhete do comboio e, tendo em conta que estava eu própria a tirar um bilhete na máquina, à espera do troco, não tive outra alternativa senão dar-lhe os dez cêtimos do troco de quatro euros e dez, com um


obrigada.

obrigada?! eu tinha acabado de dar dez cêntimos ao carocho, que raio estava eu a agradecer? o facto de ter-me livrado de duas moedas de cinco cêntimos? ou o facto de ele me ter proporcionado a oportunidade de fazer a minha boa acção do dia? foi apenas e só...um momento muito estúpido. e ridículo.

9 comentários:

Happy and Bleeding disse...

ahahahahaha! o respeitinho é uma coisa muito bonita :P

obrigado por estar a respirar esse hálito bafiento por cima do meu ombro e me deixar encurralada, enquanto espero o troco, retirando-me qualquer hipótese de fingir que não tenho moedas.
Deus o abençoe. :P

Francisco disse...

ahahahah

Betty Coltrane disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!! lindo...

deixa lá, também me acontece frequentemente dizer exactamente o contrário do q queria dizer.


e podes sempre pensar que deste uma lição de boa conduta ao carocho, quem sabe se ele não muda o rumo da sua vida por tua causa? ;P hehe

Cataclismo Cerebral disse...

LOL Isso acontece-me com alguma frequência. Deixa estar, são momentos para recordar!

Bjocas e nice weekend

Reflex disse...

Acontece. É aquele momento do choque abrupto entre o desligar do nosso pensamento e a interacção verbal com os outros.

A minha gaffe comum é dizer "boa tarde" em qualquer altura do dia. Tipo: (e isto ja me aconteceu!) 7 da manhã, cruzo-me com 1 vizinho à porta do prédio, "boa tarde!" A única vantagem que aqui vejo em relação à tua situação é que continuo com os 10centimos no bolso!:P

Maria del Sol disse...

A mim acontece-me como ao Reflex, digo "bom dia" às 2 da manhã se estiver absorta nos meus pensamentos.

É bom ter a capacidade de nos rirmos de nos mesmos nestes momentos absurdos :)

little_blue_sheep disse...

oi!
não sei porque, mas este post faz-me lembrar o pavlov...e as suas experiências com campamhias...
enfim...
i'm crazy!!!

kisses and nice weekend!
***

Reflex disse...

Bom dia, Maria!:P

H4rdDrunk3r disse...

sou obcecada por esses momentos absurdos, adoro-os!