sábado, outubro 27, 2007

ao percorrer de novo as linhas do teu rosto reparei que ainda conheço de cor todos os trilhos e caminhos por onde andei ao longo destes anos. e ainda sei parar nos sítios certos, e apreciar a beleza da tua expressão.

de súbito apercebo-me de que nada mudou depois de tudo ter mudado.

Again and again and again
Do it Again
Do it Again
Again and again
Its a shame, its a shame, its a perfect shame.
Creep under my door, and we do it again, oh.
Its easy and easy and easy and easy
And creepy and creepy and creepy, oh
Again, again, again, again.
Again and again and again.
Do it Again
Do it Again
Again and again and again
Do it Again
Do it Again
Again & Again
Say my name, say my name, say my stupid name
Its stupid how we always seem to do it again, oh
You're so stupid and perfect and stupid and perfect.
I hate you, I want you, I hate you, I hate you, oh.
Again, again, again, again.
La, La, La
Again and again and again
Do it Again
Do it Again
Again and again and again
Do it Again
Do it Again
the bird and the bee_again and again


6 comentários:

Maria del Sol disse...

Queria dizer alguma coisa sobre o sentido obessivo da letra desta música e a verdade que tem sobre as relações humanas, mas a minha futilidade faz com que o visual "nouvelle vague" do videoclip se sobreponha a tudo o resto.
Venham de lá os Mustangs, as boinas e as pestanas postiças ;)

Baci!

Betty Coltrane disse...

Deixo-te um beijo... o resto digo-te em pessoa. sempre...

*beirut*

Francisco disse...

nada como a música para nos ajudar nos maus momentos :)

naturalissima disse...

Fiquei "tocada" com este momento, tão teu, tão de todos nós humanos.
Sentimentos feridos, de saudade, de angustia, de amor, paixão, de procura...
Como te entendo e te sinto!!!

Um beijo... fica bem :)

Reflex disse...

Perturbante, mas bela a tua última frase.

Quão final é um fim...?

nana disse...

autch.....

fundo.













..






x







(gostei muito da música)