quinta-feira, agosto 30, 2007

ténis

foram anos a gostar de futebol como uma fanática. a ir ao estádio e a discutir apaixonadamente com qualquer gajo que tivesse a mania que sabia mais de futebol do que eu. um ano até de sócia do vitória de setúbal.
para agora não ligar minimamente. para me dar conta de que não conhecia quase nenhum dos titulares do sporting, para mudar de canal quando se fala em tal coisa.
o desporto que hoje em dia me dá verdadeiro prazer ver é o ténis. não é paixão recente, sempre foi um dos meus desportos favoritos, simplesmente neste momento deve ser o único que me dá vontade de acompanhar.
fui uma medíocre praticante desta modalidade durante um ano, pois fui. fui a vários torneios, tendo ganho apenas um jogo ao longo da minha curta carreira. e ainda me lembro do resultado, 6-4, 7-6. foi uma época muito intensa, o terminar do ensino básico, os treinos diários, os torneios ao fim de semana. sabia os nomes dos jogadores todos, todinhos. naquela altura o que estava a dar era o brasileiro gustavo kuerten, e a kournikova ainda batia umas bolas sem nunca ganhar nada.
por estes dias tenho seguido atentamente o open dos eua. e redescobri o porquê de gostar tanto de ver este desporto. não há nada mais emocionante, cada jogador a depender dele próprio, os disparates, os pontos ganhos espectacularmente, os movimentos graciosos daquele que serve.
inconscientemente acabo por ficar sempre a torcer por algum. normalmente é pelo jogador menos conhecido, outras pelo mais bonito.

10 comentários:

Francisco Mendes disse...

Adoro ténis.
Que Federer vença o seu quarto Grand Slam seguido dos Estados Unidos.

Zorze disse...

lol, bem, desde já, uma certeza: deves ser bem mais nova do que eu! Ainda sou do tempo de ver o Henri Leconte a chegar às meias-finais do Roland Garros! E sim, no ténis não há "secretarias". Ainda joguei, mas só a nível amador e, por muito que me custe confessar, era sempre batido por uma amiga minha croma do ténis! Para ser verdadeiro, o que eu gosto mesmo é de futebol; sou do tempo de ver a despedida do Madjer nas Antas - tão lindo. Joguei futebol durante uns tempos, mas depois tive de parar para fazer quatro operações aos meus pés - hoje estão direitinhos, graças a deus, mas já não sou o maradona que era ;) Beijos - by the way, tou a começar a ser fã do teu blog ***

Parrovski disse...

Futebol e Tenis são as 2 modalidades que mais gosto, mas sem duvida o futebol é o de eleição. Não ligares a futebol é mais que normal, para quem é de um clube como o setubal (estou na brinca). Agora não conheceres o nome dos jogadores do sporting (meu clube) é uma grande falha. Não sei se sabes mas o sporting é o clube onde aparecem todos os craques da nossa selecçao.

Betty Coltrane disse...

Hehehe... adorava ter-te visto a jogar ténis! Mas por essa altura não andava muito por Brejos City! Eu é mais natação e ciclismo, já sabes. Mas tb curto muito ténis!

Bem, um beijão enorme, até para a semana!! :D

O Profeta disse...

Soltaram-se as notas desta sonata
Secretamente a noite invadiu o dia
Risos de pássaro de fogo na manhã
Que uma suave brisa anuncia

Bom fim de semana

Doce beijo

little_blue_sheep disse...

:D

confesso que não gosto mais do tenis porque não dá para discutir as decisões dos arbitros
;)

kisses
enjoy the weekend!

Maria del Sol disse...

Apanhaste-m o calcanhar de Aquiles, os desportos :S Pratiquei até aos 12 anos equitação com grande gozo (mas é questionável ser mesmo um desporto, pois o esforço é mais do cavalo que do jóquei) e depois disso têm-se sucedido idas intermitentes às aulas de step e fitness, mais lúdicas que esforçadas, verdade seja dita.
As modalidades que mais gosto de seguir na televisão são o vólei e a patinagem artística (pelas escolhas tens uma noção do quão pouco desportiva se pode ser, lol!), mas apesar de não me emocionar por aí além com ténis reconheço-lhe a graciosidade e o bom equílíbrio entre esforço físico e mental que o torna apelativo para quem assiste aos torneios.
Em relação ao futebol, desde pequena que sempre fui olimpicamente indiferente a este desporto com pretensões ao totalitarismo nos países mediterrânicos e habituei-me às caretas de condescendência perante a minha não-filiação em clube nenhum, que é vista quase como uma doença por estas bandas. Mas gostos não se discutem, não é ;)?

Baci!

P.S.- Já tinha saudades do teu estaminé :)

naturalissima disse...

Não tenho lá muita inclinação para gostar de ténis! Mas já assisti belas partidas...

uma boa semana para ti

Cataclismo Cerebral disse...

Uma bela modalidade, que também me fascina.

Bjs*

passarola disse...

por acaso nunca segui muito ténis e nunca achei muita piada, mas pode ser por não perceber muito...

A ver na TV, é futebol, mas quando tento dedicar-me à equipa por quem tenho mais simpatia, eles jogam mal e eu perco logo a vontade de continuar a ver jogos... :) Mas adrenalina como nos dá um bom jogo de futebol, não acredito que consiga sentir, a ver outro desporto... nunca se sabe...