sexta-feira, junho 29, 2007


o que achei deste filme ainda não sei muito bem. acho que gostei, apesar de a maneira como é filmado, as sequências rápidas, as imagens repetitivas sempre que as personagens se estavam a chutar às tantas se tornar um pouco enjoativo.
independentemente disso, fez-me descer numa espiral de humor até à quase apatia, o que me fez ir deitar às onze da noite. fez com que a única coisa que me apetecia realmente era dormir e esquecer tudo.
não vou escrever propriamente acerca do filme porque acho sinceramente que não tenho a mínima vocação para fazer sinopses, acabo por escrever praticamente a história toda.
como tal, este é um filme recomendável contudo bastante pesado, como tal não o aconselho para em que a moral não esteja lá para cima.


12 comentários:

Cataclismo Cerebral disse...

O filme também tem essa influência em mim. Sorry :S Já tinha escrito sobre este Requiem no meu blog (foi um dos meus primeiros posts) e realmente ocupa uma posição de topo em termos de filmes depressivos. Sim, a rapidez e repetição das imagens (em especial as relacionadas com o consumo das drogas) tornam-se enjoativas e desesperantes, mas creio que era mesmo esse o objectivo. Mesmo que não se goste do filme, não deixa de ser uma experiência marcante. Tb se deve realçar a banda sonora, que consegue ser muito aflitiva. Não queria é que tivesses ficado tão down, dsclp mm :S

Bjs

curse of millhaven disse...

lolol eu tou bem amigo :)aquilo foi só no momento, depois passou!! mas acredita...fiquei a sentir-me miserável. ah e surpresa: chorei com o filme! uau...q novidade!! lol
:)

Baudolino disse...

Tenho que ver, obrigatoriamente! Obrigado pela passagem no meu 'estabelecimento'!

Cataclismo Cerebral disse...

Uff... Assim fico mais descansado! :)

marta disse...

eu vi este filme há um par de anos. não o revi mas lembro-me de muitos momentos. é sobretudo um filme muito bem filmado. há um casamento perfeito entre a imagem e o som. um argumento bem pensado, mas sobretudo um filme muito imagetico que prima por uma boa fotografia. e tem a capacidade de criar um grande mau estar ao longo do filme. do mesmo realizador há o pi. esse sim para mim é brutal!! recomendo.

querercoisasimpossiveis disse...

Este é um filme muito bom. Fui vê-lo ao Cine 222 (actualmente acho que está fechado ou é um cinema porno!)no Saldanha há uns cinco anos. É curioso ter lido este post hoje, visto que ainda ontem me emprestaram o DVD. Há uns anos gostei muito da banda sonora e da...Jennifer Connely (pronto, confesso!).

A Terapeuta disse...

Infelizmente, do Aronofsky, só vi o The Fountain... o filme da minha vida!

Francisco Mendes disse...

"Requiem for a Dream" é uma jornada às funduras do desespero e da auto-destruição. De forma brutalmente sublime, Darren Aronofsky investe contra o espectador as imagens cruas da desagregação mental e da espiral de decadência que vai consumindo suas personagens na voragem dos sonhos perdidos.

E que dizer da sublime trilha sonora. A simbiose audiovisual é perfeita. Algo que foi elevado ao infinito por Aronofsky e Mansell em "The Fountain".

curse of millhaven disse...

não sabia que o the fountain era do mesmo realizador do requiem for a dream. ainda fiquei com mais curiosidade para ver este filme já que tanto a terapeuta como o francisco dizem dele maravilhas.

Parrovski disse...

Tenho esse filme. Sou grande fã dele. Pode parecer pesado, mas é a pura realidade.

Betty Coltrane disse...

Oh!!! Quero ver!!! Vê lá se devolves o dvd ao zé, que é pa ele mo passar!!!! ;P

little_blue_sheep disse...

não conheço
vou ver se arranjo
kisses
good week!
;)