segunda-feira, janeiro 22, 2007


quem me conhece sabe que não sou de grandes ambições. de gostos simples. pouco caprichosa. visualmente discreta. não uso grandes marcas. gosto de andar em transportes públicos. gasto pouco dinheiro. não tenho vícios, excepto talvez a música.
mas neste momento não há nada que eu desejasse mais que ter dinheiro. dinheiro. muito dinheiro. ou pelo menos o suficiente. para mim e para ele. para irmos aqui . só para isso. nem precisava de ser assim tanto dinheiro. apenas o suficiente. pelo menos para a passagem de avião. e já agora para o bilhete. depois o resto arranjava-se. é só isso que peço neste momento...uma iluminação divina, os números do euromilhões, uma taluda abençoada, qualquer coisa. eu que nem peço muito na vida, eu que até sou tão certinha, eu que não tenho pensamentos maus (só às vezes).

será pedir muito?

4 comentários:

Parrovski disse...

Isto é que é um cartaz.

Pedro disse...

epá por 1200 dolares vens e vês o concerto. Caralho, bora.

passarola disse...

é compreensível! Os meus pensamentos estão contigo, boa sorte com essas taludas.. ;)

linfoma_a-escrota disse...

tou la batido, oh fodasse è na california, nem morto ponhu os meus pezinhus delicados nesse continente, atè podiam voltar os beatles toume a cagar...

www.motoratasdemarte.blogspot.com