sexta-feira, julho 14, 2006

fim

e vieram finalmente as férias.
com sabor a cansaço extremo. e a dever cumprido. agora a sensação estranha: «então mas?...não tenho nada para fazer?»
tenho, tenho muito que fazer, tenho muitas águas das pedras de framboesa a beber com as gajas do costume, tenho pele para tostar, tenho músicas para ouvir, filmes para ver, livros para ler, muito para namorar.
por enquanto hoje...dormir...descansar um corpo que com o fim das avaliações da faculdade tem um certo mal estar, como que um desintoxicar lento, que espero que seja por poucos dias.
é que as férias chegaram e há que aproveitar.

a temperatura a continuar a subir não é para mim uma boa notícia. pode ser para muitas outras pessoas, mas um corpo pegajoso assente nos pés doridos por causa das sandálias rasas não é propriamente algo de muito prazeroso.
acho que nem sempre tive esta opinião mas digamos que há pessoas que mudam a nossa vida. e ao longo deste ano e quase três meses mudei muito.
para melhor ou para pior? não sei, apenas diferente mas seguramente mais feliz e mais madura.

ano intenso este...muito intenso...e vai sensivelmente a meio.
a vida é melhor quando partilhada.

1 comentário:

betty coltrane disse...

Ai, aquela àgua das pedras de framboesa... :)
Tens muita razão quanto às mudanças que os outros provocam em nós. E tu tiveste um óptimo agente de mudança! ;) O calor escalda-me o cérebro, mas o que eu adoro mesmo no verão são os entardeceres e as noites quentes, com a brisa morna a beijar-nos a pele, numa esplanada, com as amigas (que os amigos andam um bocadinho ausentes) em amena cavaqueira, discutindo o sentido da vida. Ou os saldos da H&M! LOL!
E essa maravilhosa sensação, esse pensamento magistral que é: não, eu não tenho mesmo de ir estudar nada!! :D
Por isso aproveita por mim, que por enquanto ainda estou presa a uma rotina laboral. Em Agosto vingamo-nos!!! He,he!
Beijões!!